Características morfológicas e imuno-histoquímicas da vasculopatia pulmonar na insuficiência sistólica do ventrículo esquerdo

27/03/2018 | 09:14

Resumo

Introdução

A seleção de pacientes com falência cardíaca esquerda terminal para transplante cardíaco pode ser influenciada pelo desenvolvimento de vasculopatia pulmonar. Esta, por sua vez, pode levar à hipertensão pulmonar secundária, reconhecida como um fator de mau prognóstico para o transplante. São escassos os dados da literatura sobre a morfologia e fisiopatologia desse tipo de vasculopatia. Além disso, especula-se que a integridade funcional do ventrículo direito tenha relevante papel no processo. Em nosso meio, existem evidências clínicas de que os pacientes com cardiopatia chagásica terminal desenvolvem menores níveis de pressão pulmonar, pois o ventrículo direito está precoce e severamente comprometido, na forma sintomática da cardiopatia.


Material e métodos

Estudamos tecido pulmonar de 21 pacientes adultos candidatos a transplante, devido à falência cardíaca esquerda terminal. Descrevemos e quantificamos, por métodos morfométricos, as lesões em artérias, veias e capilares pulmonares e comparamos com dados de estudo hemodinâmico e com controles normais. No grupo, nove pacientes tinham cardiomiopatia dilatada idiopática, 7 eram chagásicos e 5 tinham cardiopatias de outras etiologias. Avaliamos, por meio de imuno-histoquímica a expressão tecidual da endotelina, substância promotora de vasoconstrição pulmonar, e de seus receptores A e B, além da fosfodiesterase 5, com papel vasodilatador para a mesma circulação. Foi feita semi-quantificação desses marcadores em comparação com controles normais.


Resultados

Encontramos hipertrofia da parede de artérias e veias, com correlação positiva significante, entre os valores de porcentagem de espessura nos dois territórios vasculares. Fibrose intimal foi altamente prevalente em veias e presente em artérias em 60% dos casos. Identificamos em um quarto dos casos focos de lesões proliferativas de capilares conhecidas como hemangiomatose capilar pulmonar, cuja prevalência não era conhecida nesses grupos de pacientes. Correlações significativas foram observadas entre a porcentagem de espessura da parede de artérias, a pressão média na artéria pulmonar (r=0,480;p=0,032) e a pressão pulmonar diastólica (r=0,561;p=0,01). Pacientes com focos de hemangiomatose capilar mostraram níveis mais elevados de gradiente transpulmonar (15,75mmHg±3,3 versus 8,2mmHg±4,14;p=0,004) e de resistência vascular pulmonar (p=0,018). Pacientes chagásicos mostravam valores menores de espessura da parede de veias pulmonares (p=0,019). A imunomarcação para Endotelina 1 não diferiu significativamente entre as túnicas íntima e média de artérias e veias. O receptor A da endotelina mostrou menor expressão quando comparamos casos e controles, indicando disfunção endotelial nesse tipo de vasculopatia. O receptor B mostrou maior expressão na túnica média de artérias e a fosfodiesterase 5 marcou com maior intensidade no endotélio de doentes quando comparados aos controles. Não existe até o momento terapia específica para a hipertensão pulmonar do grupo 2, e os achados do presente trabalho possivelmente contribuirão para o entendimento da fisiopatologia e para suportar medidas terapêuticas.

Conclusões

Alterações morfológicas encontradas em artérias, veias e capilares correlacionaram-se com resultados de avaliação hemodinâmica, nesse grupo de pacientes candidatos a transplante cardíaco. Descrevemos pela primeira vez a prevalência de lesões em capilares pulmonares no mesmo grupo, também relacionadas às alterações hemodinâmicas. A avaliação tecidual de substâncias promotoras de vasoconstrição e vasodilatação pode contribuir para o estabelecimento de ações terapêuticas específicas para a hipertensão pulmonar do grupo 2.


Referência Bibliográfica

  1. Ribeiro de Campos PT, Lopes AA, Issa VS, Aiello VD. Morphologic and immunohistochemical features of pulmonary vasculopathy in end-stage left ventricular systolic failure. J Heart Lung Transplant. 2018 Mar;37(3):422-425.

Receba novidades do InCor

Escreva abaixo seu nome e email para lhe enviarmos nossa newsletter semanal com as últimas atualizações do portal Referência InCor.


Publicidade
back-top