Hiperinsuflação pulmonar dinâmica e limitações ao exercício em mulheres asmáticas obesas

24/10/2018 | 08:01

Introdução

Pessoas que têm asma e também são obesos possuem menor capacidade de exercício e podem ter mais aprisionamento de ar nos pulmões durante exercício. Não existem estudos investigando se o aprisionamento de ar nos pulmões é o fator que limita a capacidade de exercício de pessoas asmáticas obesas. O objetivo desse estudo foi avaliar quais os fatores que levam à limitação de exercício em pessoas asmáticas e que são obesas.

Método

Foram avaliados 54 pacientes, sendo 36 com asma e obesidade e 18 com asma mas que não eram obesos. Os pacientes foram submetidos a um teste para avaliar a capacidade máxima de exercício e outro para avaliar se eles tinham aprisionamento de ar. Avaliou-se também a resistência do músculo da perna. Os resultados mostraram que os pacientes asmáticos obesos tinham menor capacidade de exercício e que também tinham maior aprisionamento de ar nos pulmões. Porém, a menor capacidade de exercício dos asmáticos que eram obesos foi explicada somente pela redução da resistência dos músculos da perna.

Conclusão

Apesar de a asma e a obesidade reduzirem as capacidades dos pulmões e de fazer exercícios, a diminuição da resistência dos músculos da perna foi o fator que levou à redução da capacidade de exercício.

Ferreira PG, Freitas PD, Silva AG, Porras DC, Stelmach R, Cukier A, et al. Dynamic hyperinflation and exercise limitations in obese asthmatic women. J Appl Physiol. 2017 Sep 1;123(3):585-593.

Envie o link original da publicação.: https://doi.org/10.1152/japplphysiol.00655.2016.

Receba novidades do InCor

Escreva abaixo seu nome e email para lhe enviarmos nossa newsletter semanal com as últimas atualizações do portal Referência InCor.


Publicidade
back-top