Projeto vinho e flora intestinal

Homens de 45 a 70 anos, saudáveis, que possam beber vinho são candidatos ao estudo do InCor, em fase de recrutamento

15/02/2018 | 08:00

Protásio Lemos da Luz

Homem bebendo vinho
Foto: StockSnap / Pixabay

O que o vinho pode fazer de bem para a flora intestinal? Evidências recentes indicam que um metabólito pró-aterosclerótico, a Trimethylamine-N-oxide – TMAO, é dependente de fosfatidilcolina da alimentação e da flora intestinal. Os substratos alimentares são derivados da carnitina e fosfatidilcolina (lecitina), presentes principalmente em ovos, carne vermelha, fígado e carne suína. O padrão da flora intestinal que favorece a formação de TMAO é muito similar ao que predispõe à resistência à insulina e à obesidade: uma proporção elevada do filo Firmicutes sobre o Bacteirodetes.

A microbiota intestinal é sensível e modulável e o uso de prebióticos e probióticos pode mudar a relação entre os filos Firmicutes/Bacteroidetes. O vinho tinto (VT), por sua composição com polifenóis, tem possível papel bactericida, podendo atuar na modificação da flora intestinal, promovendo a proliferação de bactérias benéficas. No entanto, não se conhece a influência do vinho tinto sobre a TMAO. Esta é a hipótese a ser testada neste estudo, que está recrutando homens saudáveis de 45 a 70 anos que possam beber vinho.

[Informações pelos telefones: 2661 5510 e 2661 5952 ou projetovinhoflora@gmail.com]


Referência Bibliográfica

  1. Tang, W. H. W. et al. Intestinal microbial metabolism of phosphatidylcholine and cardiovascular risk. N. Engl. J. Med.368, 1575–84 (2013).

  2. Brown, J. M. & Hazen, S. L. The Gut Microbial Endocrine Organ: Bacterially Derived Signals Driving Cardiometabolic Diseases. Annu. Rev. Med.66, 343–359 (2015).

  3. Queipo-Ortuño, M. I. Influence of Red Wine Polyphenols on the Gut Microbiota Ecology. Am. J. Clin. Nutr. 896 (2012). doi:10.3945/ajcn.111.027847

Receba novidades do InCor

Escreva abaixo seu nome e email para lhe enviarmos nossa newsletter semanal com as últimas atualizações do portal Referência InCor.


Publicidade
back-top